Workshop discute incentivos fiscais à cultura do coco em Alagoas

Evento tratou de temas como incentivos fiscais, linhas de financiamento e combate a pragas

bf2e95ca05df7a21b60981cf0011ae7e_L
Evento proporcionou a troca de experiências e maior aproximação dos produtores com o Governo

O secretário de Agricultura, Pecuária, Pesca e Aquicultura, Álvaro Vasconcelos, participou, nesta segunda-feira (25), de um workshop que discutiu a cultura do coco em Alagoas.

 

O evento, realizado na Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de Alagoas (Faeal), teve início com um café da manhã, momento importante para a troca de experiências e maior aproximação dos produtores com o Governo.

André Risco
André Risco

 

Durante a reunião foram discutidos assuntos como financiamento, incentivos fiscais e o surto do ácaro vermelho, praga que vem se alastrando pelo Estado e assustando os produtores.

 

Para Bruno Brandão, presidente da Associação dos Produtores de Coco de Alagoas (Prococo), o workshop foi positivo e trouxe novas perspectivas para o setor, que vem passando por dificuldades.

 

“Enquanto que nos outros estados houve um aumento de área plantada, em Alagoas a gente teve uma retração de 50% e queda grande na produtividade. Hoje, a gente fica muito feliz em ver um apoio efetivo por parte do Governo em prol do produtor de coco em Alagoas no sentido de reverter esses números”, disse Brandão.

 

O superintendente do Ministério da Agricultura, Alaí Correia, também esteve presente e destacou sua satisfação com o debate que foi feito durante o evento.

 

“Saio bastante satisfeito e percebo que estamos realmente vivendo um novo momento no setor agropecuário alagoano. A gente percebe uma parceria muito forte entre as instituições que se envolvem para fazer o desenvolvimento de Alagoas. Começamos a discutir a solução para grandes problemas seculares e, a partir de agora, começamos a vencer e a construir um Estado que todos nós sonhamos”, afirmou Correia.

 

O secretário Álvaro Vasconcelos destacou a importância deste evento e afirmou sua luta em defesa da categoria e dos agricultores. “Podem contar com o apoio do Governo do Estado, por meio da Secretaria de Agricultura. O que o governador Renan Filho quer é incrementar toda a cadeia produtiva e fazer com que ela passe de importadora para exportadora. Para isso, vamos fazer de tudo para resgatar a cultura do coco no Estado”, concluiu o secretárioWorkshop discute sobre incentivos à cultura do coco em Alagoas

André Risco – Agência Alagoas