Vítima de acidente na Sapucaí que se feriu com mais gravidade já respira sem aparelhos

Das 32 pessoas que se feriram em dois acidentes nos desfiles do Grupo Especial, cinco seguem internadas. Estado de saúde de duas delas é considerado grave, porém estável.

Já respira sem a ajuda de aparelhos a vítima do acidente com o carro alegórico da Paraíso do Tuiuti na Sapucaí que se feriu com maior gravidade. Apesar da melhora, o quadro dela ainda é considerado grave. Outra vítima tem quadro semelhante – grave, porém estável – enquanto a terceira está estável, mas sua condição ainda inspira cuidados, já que terá de ser submetida a nova cirurgia. As informações foram divulgadas na manhã desta quarta-feira (1) pela Secretaria Municipal de Saúde (SMS).

Maria de Lurdes Maura Ferreira, de 58 anos, é uma das 20 pessoas que se feriram no acidente ocorrido na primeira noite de desfiles do Grupo Especial. Ela sofreu fraturas nas pernas e traumatismo craniano. De acordo com a SMS, ela permanece internada no Centro de Terapia Intensiva (CTI) do Hospital Municipal Souza Aguiar, no Centro do Rio.

No mesmo hospital, segue internada Elizabeth Ferreira Jofre, de 55 anos. O quadro dela também é grave, segundo a SMS, mas apresenta melhoras.

A terceira vítima do mesmo acidente que permanece internada é Lúcia Regina de Melo Freitas, de 56 anos. Ela está no Hospital Municipal Souza Aguiar. O quadro clínico dela é considerado estável, mas ainda inspira cuidados. Segundo a SMS, ela será submetida a nova cirurgia nesta quinta-feira (2). Fotógrafa, Lúcia trabalhava na cobertura dos desfiles e sofreu fratura exposta na perna, dentre outras lesões.

 Das 12 vítimas que se feriram no acidente com o carro da Unidos da Tijuca, na segunda noite de desfiles do Grupo Especial, duas ainda estão internadas – uma no Hospital Municipal Souza Aguiar e a outra no Hospital Municipal Lourenço Jorge, na Barra da Tijuca. Segundo a SMS, ambas têm quadro clínico estável e são mantidas em observação.
g1
01/03/2017