Sindibeleza reúne empresários e Vigilância Sanitária

b58dc378bca253203d5b1a43c8e881b5_dsc_0084_6000x4000x0

Uma iniciativa do Sindibeleza (Sindicato Patronal de Estética e Salões de Beleza e Empresas Similares do Estado de Alagoas), com o apoio da Fecomércio AL, promoveu na manhã de hoje (11/04), na sede da Federação, uma reunião entre empresários do segmento e representantes da Vigilância Sanitária de Maceió (Visa).

O encontro foi provocado devido à autuação do órgão em salões de beleza, principalmente no tocante à substituição da estufa pelo autoclave; aparelhos utilizados na esterilização dos instrumentos. Os empresários não são contra as fiscalizações, até porque sabem da importância do cumprimento das normas sanitárias não apenas para a saúde dos clientes, como também dos profissionais, mas esperam que as abordagens ocorram dentro do poder de polícia conferido ao poder público.

Além disso, questionam a forma como o ocorre a seleção dos estabelecimentos fiscalizados, que parece não seguir um padrão de igualdade, pois é comum em locais com mais de um salão apenas um deles passar pela abordagem. Outra queixa do setor é que as ações da vigilância incidem apenas em salões de médio e grande porte, ignorando os pequenos e os informais; fato que deveria ocorrer.

Os representantes da Vigilância Sanitária, Fábio Cavalcante e Elizabete Cândido, respectivamente coordenador e inspetora de Exercício Profissional, explicaram que normalmente as fiscalizações em salões de beleza acontecem quando o órgão é provocado em alguns aspectos, como a denúncia de consumidor, uma vez que a equipe de fiscais é reduzida. Os especialistas aproveitaram a oportunidade para esclarecer dúvidas dos presentes sobre questões de higiene e legislação.

De acordo com o presidente do Sindibeleza, Ariel Fernandes, o encontro foi positivo, uma vez que dele resultará uma reunião com o órgão público. “O Sindibeleza coloca-se como parceiro da Vigilância Sanitária. A ideia é contribuir para que as fiscalizações tenham, num primeiro momento, caráter educativo. Também iremos definir, nessa futura reunião, a realização de uma palestra a ser ministrada pela vigilância aos empresários visando esclarecer dúvidas e orientar sobre as normas higiênico-sanitárias”, afirmou.

Ascom Fecomércio/AL