Seris garante o cumprimento das adequações necessárias nos presídios

Medidas melhoram as condições estruturais e de segurança dos agentes penitenciários, além de atender recomendações do MTP

d52db21c8b73dfa7443cd2f08e42db28_L

A Secretaria de Ressocialização e Inclusão Social (Seris) tem trabalhado para melhorar as condições de trabalho dos agentes penitenciários. Desde o ano passado, várias ações foram firmadas para promover o bem-estar daqueles que são responsáveis pela reintegração social dos custodiados e, consequentemente, atender as recomendações do Ministério Público do Trabalho (MPT).

Muitas adequações foram feitas, como o fornecimento de armamento, munição letal e não letal, além de coletes a prova de balas para os agentes penitenciários. A Seris adquiriu 120 kits de Pistolas Sparks (armamento de baixa letalidade) e 60 Coletes Balísticos. Todo esse material está sendo utilizado nos presídios. Em breve, outros 200 coletes recém-adquiridos serão distribuições.

Em 2015 a Ressocialização abriu processos para comprar 120 Pistolas Calibre.40; 30 Carabinas Calibre .40; 100 Espingardas Calibre 12, sendo 50  para utilização de munição letal e outras 50 para a utilização de munição de baixa letalidade; 30 Carabinas 5.56 mm IA2. Além da aquisição de 1200 munições de tecnologia não letal e instalação de 440 câmeras em áreas estratégicas das unidades.

Todas as unidades penitenciárias foram equipadas com Escâner de Inspeção por Raio-X. Mais 32 Detectores de Metais, Modelo DBP-06; sete Sistemas de Inspeção por Raio-X CX6040BI e outros sete Detectores de Metal, modelo Portal, MettusHS + WP também otimizam a segurança.

Após as Olimpíadas, a Seris receberá do Departamento Penitenciário Nacional seis aparelhos de Raio X modelo 6040, 11 portais detectores de metal e 10 Detectores de Metal Manuais.

Em termos de evolução estrutural no ambiente de trabalho, a Seris viabilizou materiais de construção para manutenção das unidades prisionais. A manutenção será realizada pelo setor de Manutenção Predial do órgão.

O secretário da Ressocialização, tenente-coronel PM Marcos Sérgio de Freitas, destaca o grande serviço prestado pelos agentes penitenciários seguindo as diretrizes do Governo. “Com as melhorias estruturais, buscamos propiciar mais segurança para os agentes que têm feito um trabalho louvável para assegurar o cumprimento da Lei de Execuções Penais e promover a ressocialização dos internos”, salienta.

Janaína Marques – Agência Alagoas

15/07/16