Ronaldo Lessa deixa coordenação da bancada federal de Alagoas

93bd60eb30b245469e2cc8e8ac66bb02_l.1

O deputado Ronaldo Lessa (PDT-AL), coordenador da bancada federal de Alagoas, comunicou hoje que está deixando a função devido a problemas de saúde. Lessa, que está há mês licenciado da Câmara, agradeceu a todos a confiança por mais uma indicação – ele havia exercido o mesmo papel em 2015 – mas afirmou que “não teria este ano condições de trabalhar no mesmo ritmo”. O deputado está em tratamento médico em decorrência da cefaleia em salvas que o acomete há alguns anos.

No início do ano, Ronaldo Lessa convocou a imprensa para apresentar um balanço de suas atividades como parlamentar. Na ocasião fez questão de distribuir um documento, assinado pelo Dr. Alexandre Feldman, explicando o que é a cefaleia em salvas: “queria que as pessoas soubessem o que era e que não confundissem com enxaqueca”, disse Lessa, na ocasião.

No texto, Feldman alerta para o fato de que a medicina considera a dor da cefaleia em salvas como sendo a mais forte dor que existe: “muito mais até que a cólica dos rins”. Segundo ele, existem milhares de sofredores dessa doença no Brasil, alguns ainda sem diagnóstico. Não é o caso de Ronaldo Lessa, diagnosticado há vários anos e desde então em tratamento.

Na próxima segunda-feira, o deputado concede entrevista coletiva à imprensa: vai falar sobre a prefeitura, o afastamento da função de coordenador da bancada e também sobre cefaleia. A entrevista está marcada para às 9h30 num hotel no bairro Ponta Verde.

Ascom