PAM Salgadinho será reaberto no dia 2; vacinação contra H1N1 começa dia 25

1603-Thomaz-Nono-PF-0004-1024x683
Secretário municipal de Saúde, José Thomaz Nonô Foto: Pei Fon/ Secom Maceió

O Posto de Atendimento Médico (PAM) Salgadinho, que está em reforma, será reaberto no próximo dia 2 de maio. O anúncio foi feito pelo secretário municipal de Saúde, José Thomaz Nonô, após reunião com o prefeito Rui Palmeira, nesta quarta-feira (20). Ele também confirmou para a próxima segunda-feira, 25 de abril, o início da vacinação contra o vírus da gripe H1N1.

O prefeito confirmou, durante vistoria a obras, que serão entregues os blocos A, B e C e garantiu que já foram concluídas as licitações para reforma de outros blocos do PAM. “Devemos entregar os blocos A, B e C devidamente reformados em 2 de maio. Já fechamos a licitação de mais dez blocos, que vão ter a reforma iniciada, e esperamos, até o final de ano, ter o PAM totalmente remodelado”, afirmou.

Reforma do PAM Salgadinho Foto:Marco Antônio/Secom Maceió
Reforma do PAM Salgadinho
Foto:Marco Antônio/Secom Maceió

Nonô lembrou que inicialmente, a conclusão da reforma do PAM Salgadinho estava prevista para o início de abril. No entanto, houve atraso no fornecimento de material, o que prolongou o prazo de execução das obras de reforma. “Cumprimos o prazo, entregando os blocos I e O, mas tivemos atraso na chegada de telhas. Com a conclusão das obras, retornaremos o mais breve possível com todas as atividades daquela unidade, com a dignidade que o povo merece”, frisou.

O secretário confirmou que na próxima segunda-feira, dia 25 de abril, a equipe do Programa de Imunização da Secretaria Municipal de Saúde vai dar início à vacinação contra o vírus da gripe H1N1. Ele destacou que durante toda esta semana, o PNI está realizando treinamento com vacinadores e coordenadores de unidades de saúde.

Ele ressaltou também que parte do grupo de risco, como profissionais da saúde que trabalham em hospitais e unidades de saúde, já começaram a receber a dose vacinal. “Vamos conversar com autoridades estaduais para garantir segurança nos locais da vacinação, de modo a evitar tumultos”, informou.

Ascom SMS