Operação prende reeducandos que fraudavam regras da tornozeleira

reeducandos
Uma ação conjunta para localizar reeducandos monitorados por tornozeleira eletrônica que descumprem o determinado pela Vara de Execuções Penais resultou na prisão de dois homens, nessa segunda-feira (11).

A ação, realizada em Maceió e São Miguel dos Campos, flagrou o reeducando Sherlison Henrique da Silva Sampaio, que responde por homicídio, com a tornozeleira eletrônica rompida.

Ele foi detido em casa, no Conjunto Virgem dos Pobres, no Vergel do Lago, em Maceió. Ao receber voz de prisão, o custodiado tentou fugir pelo telhado, mas foi pego durante a perseguição.

Já o detento Reginaldo Ferreira da Conceição, condenado por assalto com uso de arma de fogo, foi detido no município de São Miguel dos Campos, violando a área de inclusão e circulação.

Denominada Operação Recaptura, a ação contou com a participação de agentes penitenciários do Centro de Monitoramento Eletrônico de Presos, além de policiais militares do Comando de Policiamento da Capital e da 1ª Companhia Independente.

O supervisor do Centro de Monitoramento Eletrônico de Presos, primeiro-tenente Alucham Fonseca, lembra que todos os passos dos custodiados são fiscalizados 24h, ininterruptamente. Para assegurar o cumprimento da lei, as operações ocorrerão diariamente, em lugares e horários estratégicos, de modo sigiloso.

“Aquele que desobedecer os horários de permanência nos locais permitidos, danificar, extraviar, romper ou deixar o seu equipamento descarregar será detido. As determinações do Poder Judiciário devem ser seguidas para efetivar o processo de ressocialização”, afirma o tenente Fonseca.

Ambos os apenados foram encaminhados para o Presídio de Segurança Máxima, localizado no sistema prisional, em Maceió.
TNH1 com ASCOM SSP