Movimento é tranquilo no centro de Maceió nesta quarta-feira de Cinzas

Lojistas sentiram falta dos consumidores; alguns bancos ficaram lotados.  Quem foi às compras encontrou lojas vazia na capital alagoana.

Após o período carnavalesco as lojas do comércio de Maceió e as agências bancárias reabriram nesta quarta-feira (1º) de Cinzas. No entanto, os comerciantes do centro de Maceió sentiram falta dos consumidores.

De acordo com o gerente de uma loja de móveis, José de Oliveira Júnior, o movimento não foi o que eles esperavam para o fim do carnaval.

“O movimento está bem parado por aqui. Sabemos que loja de móveis normalmente é mais parada que as outras. mas, mesmo assim veio menos gente do que esperávamos”, disse.

A vendedora de uma loja de aparelhos eletrônicos, Willyanne Ferreira, disse que as pessoas só devem ir às compras a partir da quinta-feira (2). “Nós já conseguimos fazer algumas vendas, mas mesmo assim o movimento não foi o que esperávamos. Temos alguns casos de pessoas que perderam o celular na folia, e vieram comprar novos, mas fora isso nada”, explicou.

A vendedora Thatiane de Santana estava de folga e aproveitou para ir ao comércio pagar contas e comprar algumas coisas. “Gostei bastante do movimento aqui, bem tranquilo. Vim fazer uns pagamentos e aproveitei para comprar alguns itens que estava querendo. Fiquei surpresa porque achei que fosse estar mais movimentado”, disse.

Bancos
As agências bancárias também reabriram nesta quarta-feira. Em alguns bancos do Centro de Maceió o movimento estava grande e com muitas filas. Em outros, o fluxo de clientes era menor.

A dona de casa Severina Maria Silva, que mora na Barra de Santo Antônio, precisou vir a capital para pagar uma conta. “Infelizmente onde eu moro não tem como pagar essas contas de valor mais alto, então tive que vir até Maceió. A fila está grande, mas como não tem outro jeito, terei que ficar por aqui esperando”, expôs Severina.

Já na agência bancária que estava com movimento baixo, o autônomo Bruno Zago aproveitou o movimento fraco para realizar um depósito. “Fiquei até surpreso com a falta de movimento por aqui, não peguei fila nenhuma e todo o procedimento foi tranquilo”, comemorou Zago.

g1

01/03/2017