Jovem que aplicava golpes pelas redes sociais é indiciada em Alagoas

Ela vendia bolos no Facebook, cobrava antecipado e não entregava. Delegado acredita que ao menos 20 pessoas caíram no golpe.

A delegacia do 1º Distrito da Capital, em Maceió, indiciou uma jovem de 23 anos, suspeita de aplicar golpes através das redes sociais. De acordo com a Polícia Civil (PC), ela ofertava bolos decorados, cobrava pagamento antecipado mas não entregava as encomendas. A informação foi divulgada nesta sexta-feira (17).

Ainda segundo a PC, Andréa Carla Nascimento Mendes mantinha uma página chamada “Dea Bolos Artísticos” no Facebook. As vítimas eram atraídas pelos preços mais baixos que os de mercado.

Pelo menos quatro pessoas procuraram o delegado Ronilson Medeiros, titular do 1º DP, relatando terem caído no golpe, mas acredita-se que pelo menos 20 pessoas tenham sido vítimas.

Uma delas relatou que, em outubro do ano passado, encomendou um bolo com Andrea, no valor de R$ 230. A mulher pediu o pagamento antecipado de R$ 115, que foram depositados na conta da suspeita. O bolo nunca foi entregue.

O delegado relata que a suspeita sempre agia dessa forma, cobrando parte do pagamento antecipado. Outra pessoa disse que encomendou um bolo de dois andares e pagou antecipadamente metade do preço, cerca de R$ 125, mas recebeu um bolo de apenas um andar, e de má qualidade.

A polícia informa também que Andrea, para despistar os clientes, chegou a simular o depósito da devolução do dinheiro dos clientes mas, na verdade, ela colocava envelopes de depósito vazios nas máquinas de autoatendimento. Algumas das vítimas foram ressarcidas pelo pai da jovem.

“É bom que se faça a checagem de que o serviço será realmente realizado e que a pessoa que o oferece merece credibilidade”, alerta o delegado Ronilson Medeiros.

g1

17/02/2017