Governo anuncia reajuste de 7,69% nas faixas de renda do Minha Casa

Governo anuncia reajuste de 7,69% nas faixas de renda do Minha Casa

O governo anunciou nesta segunda-feira, 6, um reajuste de 7,69% para as faixas de renda do programa de habitação Minha Casa Minha Vida. Em cerimônia no Palácio do Planalto, o presidente Michel Temer afirmou que o valor do reajuste segue a inflação medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC).

Temer também anunciou que o limite de renda para a Faixa 3 do programa sobe para R$ 9 mil, conforme antecipado pelo Estado. Além disso, o teto do valor dos imóveis que podem ser financiados com recursos do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) e se enquadram no programa sobe para R$ 240 mil em São Paulo, no Rio de Janeiro e no Distrito Federal.

A meta do MCMV é contratar 610 mil unidades em 2017 em todas as faixas do programa, segundo comunicado divulgado a jornalistas em cerimônia no Palácio do Planalto.

Estímulo. Temer disse ainda que o governo está estimulando o setor da construção civil, que é um dos mais produtivos do País, e apontando para responsabilidade social do governo. Ele destacou em seu discurso ainda o projeto que estipulou o teto dos gastos públicos pelos próximos 10 anos e disse que o governo tem “feito o possível para distribuir ordem às contas públicas”. “O projeto do teto busca um resultado no prazo de dez anos. Não é um projeto populista, que visa sempre fim eleitorais, mas é um projeto popular, que pensa no futuro do povo”, afirmou.

Ao exaltar a possibilidade de o setor gerar emprego, Temer disse que o objetivo do seu governo é “deixar uma obra firme que resista ao futuro”. “Nessa cerimônia de hoje assentamos mais uma camada de tijolos”, afirmou.

O presidente disse ainda que o MCMV nunca ficou paralisado, e que o governo está “até ampliando”. Ao convidar os ministros para visitas a entrega de casas, Temer disse ainda que verificou a emoção daqueles que recebem as chaves. “Eles chegam às lágrimas.”

Ressaltando que ainda precisará de acerto com o poder judiciário, Temer disse que o governo também está cuidando da regularização fundiária urbana.

Ao fim do discurso, com tom otimista, Temer reafirmou ter a certeza de que em 2017 o País vai derrotar a recessão, retomar o crescimento e gerar emprego. “As condições para a virada estão reunidas”, disse. “O governo tem coerência, o governo tem força e o Brasil tem rumo”, finalizou.

msn

06/02/2017