Em Paris, Fantástico refaz os passos do primeiro terrorista da Era Moderna

Anarquista Émile Henry é responsável por fabricar bombas caseiras e fazer ataques que deixaram a sociedade francesa em pânico no fim do século XIX.

images (1)

Nesta semana o terror assustou o mundo mais uma vez. Três homens-bomba mataram ao menos 44 pessoas e feriram outras 200 no aeroporto de Ataturk, em Istambul, na Turquia – o terceiro aeroporto mais movimentado da Europa.

Em Paris, a reportagem do Fantástico refez os passos do homem considerado o primeiro terrorista da Era Moderna. No final do século XIX, o jovem anarquista francês Émile Henry fabricava bombas caseiras para atacar civis. Em Paris, Marcos Uchôa refaz os passos de Henry, que foi preso e condenado a morrer na guilhotina.