De olho na vice-liderança, CRB recebe um preocupado Tupi-MG no Rei Pelé

103841_ext_arquivo

A derrota do Atlético-GO, em casa, por 2 a 1 para o Londrina, enche de ambição os olhos do CRB. Nesta quinta-feira, o Galo tem a oportunidade de chegar à vice-liderança da Série B caso vença o Tupi-MG. A responsabilidade é grande, mas a oportunidade de subir na tabela e vencer a quarta partida seguida no campeonato ao lado do torcedor, pode ser mais um fator para impulsionar a boa fase. As expectativas são grandes para o confronto que se inicia às 21h, no Estádio Rei Pelé.

Absolvido pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) na segunda-feira, por conta da expulsão na partida com o Joinville, o técnico Mazola Júnior estará presente à beira do gramado. Os últimos treinos foram realizados com portões fechados, apesar disso, a equipe não deve ter grandes mudanças; a única será o possível retorno do lateral-direito Bocão, suspenso da última partida. Entregues ao departamento médico, o goleiro Juliano e o zagueiro Adalberto não devem ser relacionados. A regularidade dos principais jogadores tem sido um dos pontos fortes do CRB na campanha, por isso a escalação deve seguir de forma simples e eficiente.

Assim, o CRB deve entrar em campo com: Júlio César; Bocão, Jussani, Boaventura e Diego; Olívio, Galdezani, Magrão e Luidy; Wellinton Júnior e Zé Carlos.

Adversário

O Tupi-MG é atualmente o vice-lanterna da Série B. Com 12 pontos, a equipe mineira soma três vitórias, o mesmo número de empates e nove derrotas. Longe de Juiz de Fora, o melhor resultado foi um empate por 2 a 2 com o Criciúma, na décima rodada.

Os fatos negativos e a situação preocupante do adversário desta quinta, no entanto, não entram em questão para o clube alagoano, principalmente, quando um dos jogos mais complicados do CRB na Segundona foi diante do último colocado. A vitória suada por 2 a 1 diante do Sampaio Corrêa, na sétima rodada, serve de de parâmetro.

Tabela

A derrota do Atlético-GO na terça abre brechas para o CRB chegar à segunda colocação da Segundona. Os goianos não saem dos 29 pontos ao fim desta rodada. Por isso, caso vença o Tupi-MG, o Galo pode pular de 28 para 31 e empatar, parcialmente, no número de pontos do Vasco, líder da competição. O saldo de gols, no entanto, atrapalham os alagoanos na pretensão de chegar á liderança. São 11 positivos para os cariocas contra dois.

HEADER escalacoes 690 (Foto: Infoesporte)

CRB: Júlio César; Bocão, Jussani, Boaventura e Diego; Olívio, Galdezani, Magrão e Luidy; Wellinton Júnior e Zé Carlos.

Tupi: Rafael Santos (Glaysson); Douglas, Rodolfo Mol, Gabriel Santos e Bruno Costa (Thiaguinho); Renan Teixeira, Jataí, Vinícius Kiss, Gabriel Sacilotto e Jonathan; Octávio.

Árbitro: Dewson Fernando Freitas da Silva (PA)
Assistentes: Márcio Gleidson Correia (PA) e Luís Diego Nascimento (PA)

alagoastempo.com.br

14/07/16