Catar construirá hotel em formato de flor do deserto

Prédios ficam próximos ao local da final da Copa do Mundo de 2022. Projeto é da arquiteta britânica-iraquiana falecida Zaha Hadid.

2016-07-12t150417z_587629183_s1aetpecmbaa_rtrmadp_3_people-hadid-qatar

O Catar irá construir dois prédios desenhados pela falecida arquiteta britânica-iraquiana Zaha Hadid, incluindo uma torre no formato de uma flor do deserto, próximos ao local da final da Copa do Mundo de 2022.

O xeique Mohammed bin Hamad al-Thani, irmão do Emir do Catar, contratou Hadid em 2013 para criar as estruturas, sendo uma delas um hotel de 38 andares na forma de um jacinto e com uma base de nove pontas para proteger os visitantes do forte sol do Golfo.
A holding Al Alfia, do xeique Mohammed, informou em comunicado que irá construir a torre “desenhada em resposta a atuais e futuros desafios ambientais” até 2020 na cidade de Lusail, a 23 quilômetros de Doha.

“Muitas vezes olhamos para os sistemas da natureza quando trabalhamos para criar ambientes, para sua lógica incomparável e coerência”, disse Hadid, que morreu em março, sobre o projeto.

Agora liderada por Patrik Schumacher, a empresa de arquitetura de Hadid, ZHA, anunciou uma série de novos projetos, incluindo um novo distrito comercial para Praga e um parque tecnológico próximo de Moscou.

Em abril, a companhia informou que irá completar 36 projetos iniciados, ou que estavam sob contrato, antes da morte de Hadid, incluindo um terminal em Salerno, na Itália, o Centro de Pesquisa e Estudos de Petróleo King Abdullah, em Riad, e a Mathematics Gallery, no Museu de Ciência de Londres.

g1.globo.com

12/07/16