ABSURDO: Bebê é achada dentro de caixa em terreno baldio em Maceió

Homem ouviu choro do bebê que estava sendo atacado por formigas

Foto: Reprodução TV Gazeta
Foto: Reprodução TV Gazeta.

Uma recém-nascida foi achada dentro de uma caixa de sapato em um terreno baldio que fica na parte alta de Maceió. Ela foi encontrada por José Carlito Vieira que escutou o choro do bebê que estava a poucos metros de um cachorro morto e de urubus.

“Eu estava passando de bicicleta quando ouvi o choro da criança. Quando me aproximei vi o bebê dentro da caixa de sapato sendo atacada por formigas”, conta José Carlito que ainda filmou a menina com restos de placenta no corpo.

Ele levou o bebê para casa e recebeu ajuda da esposa Vanessa da Silva Ribeiro, que após os primeiros cuidados levou a recém-nascida para o hospital.

“Depois de limpar a criança levamos para o hospital para vacinar e para que ela fosse examinada”, diz Vanessa.

Uma equipe do conselho tutelar de Maceió está acompanhando o caso e acionou a Justiça. “A ajuda do casal foi fundamental para salvar a vida do bebê. Eles foram anjos que salvaram a criança, do contrário não sei o que poderia acontecer”, fala o conselheiro Arnaldo Leite ao expor que criança ficará a disposição da Justiça.

Comovido com a situação da recém-nascida o casal José Carlito e Vanessa Ribeiro demostraram interesse em adotá-la, mas eles não podem ter prioridade porque não possuem vinculo familiar. Assim, o bebê segue para o processo regular de adoção.

Diante da situação a família ganhou até presentes como roupas e fraldas de pessoas que se solidarizaram com a história. “Nós nos apegamos muito a ela e achávamos que poderíamos ficar com ela. Estamos triste porque sabemos que não teremos essa prioridade”, fala Vanessa.

O juiz substituto da Vara da Infância e Juventude, Ygor Figueredo, relata que primeiro vão tentar localizar um parente do bebê, e caso não seja possível a recém-nascida deve seguir para o cadastro nacional de adoção.

De acordo com técnica de enfermagem do Hospital Nossa Senhora de Fátima, a criança encontra-se em bom estado de saúde.

G1/AL