Vereador Cargilson cobra transparência de Zé Carlos

Queridos, hoje, o vereador Cargilson Lacerda divulgou em sua rede social uma nota de esclarecimento sobre fatos e versões que segundo ele, tem o objetivo de denegrir sua imagem.
A nota gira entorno da reforma do antigo Colégio Cenecista, segundo o parlamentar, a obra foi iniciada e paralisa em seguida, tudo sem nenunha divulgação, mas pessoas que ele não nomeia, estão espalhando boatos de que o responsável pela paralisação da reforma seria o vereador.
Diz ele, “venho a público esclarecer aos cidadãos e cidadãs Aguabranquenses que estou sendo vítima de uma campanha difamatória e caluniosa por parte de pessoas que estão sendo orientadas pelos meus adversários políticos para tentar denegrir minha imagem perante a sociedade de Água Branca.
Nas últimas semanas, varias pessoas tem me acusado de ter embargado a obra da Escola José Gomes de Lima (antigo Colégio Barão de Água Branca), e paralizado uma reforma necessária naquela escola.”
Cargilson ainda afirma, não tem o poder de embargar qualquer tipo de obra, poder este conferido ao Ministério Público e ao Judiciário.
Concluí conclamando Zé Carlos a prestar os esclarecimentos necessários para que toda a população saiba os motivos pelos quais a reforma foi suspensa.
“Quero dizer que não sou promotor e nem Juiz de Direito para embargar Obras, e digo a todos que também estou curioso para saber, quem parou aquela obra? Está pergunta só quem pode responder é o prefeito do Município o Sr. José Carlos Carvalho, pois tem legitimidade para informar e tirar a dúvida.
É preciso transparência com as obras publicas, e por isso chegou a hora do prefeito informar a população porquê parou a Reforma.”.
 
Agora a palavra está com Zé Carlos, cabe a ele clarear a questão.
Fonte: Blog do Camilo Cinfuegos (http://camilocienfuegos1.blogspot.com.br/)