Horlandinho na oposição, era um leão, na situação, um gatinho

Por Camilo Cinfuegos
Querid@s, nossa cidade está enveredando por um caminho perigoso, visto o descontrole e o despreparo da Administração Zé Carlos.
Aqueles que tem a obrigação fiscalizar e cobrar mudanças nos rumos do governo, são omissos.
A Câmara de Vereadores não passa de um cartório, tudo que é enviado pela prefeitura para análise daquele poder, nunca é discutido entre os parlamentares e a sociedade, o que se vê é um enorme carimbo de aprovado.
Dessa maneira, o Parlamento Municipal se apequena e abre mãe se suas prerrogativas.
Hoje dia 09/V, a sessão da Câmara foi mais um fiasco, a presidente abriu e fechou os trabalhos automaticamente, alegando que os vereadores teriam um compromisso.
Desse gesto surgem dois problemas, o primeiro, a população vai pagar por uma sessão que não existiu, o segundo, a cidade está de pernas pro ar, mesmo assim, os vereadores não querem nem saber, o que importa são os vossos salários e o dos parentes que estão na prefeitura.
Digo tudo isso para focar no vereador Horlandinho, este quando almejava uma cadeira na Câmara portava-se de maneira combativa e indignada, parecia que ali surgia um novo líder, mas como não se pode criar muita expectativa sobre os políticos água-branquenses, o jovem parlamentar depois que conseguiu o seu objetivo, foi fazer justamente aquilo que ele tanto criticava nos outros.
Na oposição Horlandinho era um leão, hoje não passa de um gatinho!
Como um bom e velho político tradicional, Horlandinho foi cuidar de resolver sua vida, transformou-se em Papagaio de Pirata do prefeito, onde o homem está, lá está o vereador ao seu lado.
Como não poderia deixar de ser, o jovem político emplacou vários parente na prefeitura, assim, com os seus familiares garantidos, Horlandinho fechou-se em um silêncio ensurdecedor.
Dizia ele em campanha que uma de suas principais bandeiras seria a juventude, abaixo deixo um vídeo para que você possa comparar o antes e o depois, até agora não se viu nada.
Um dos grandes problemas dos parlamentares da situação é acreditar que não podem criticar o governo por medo de perderem as “boquinhas”, pelo contrário, quem quer ajudar deve apontar os erros, assim ajuda o prefeito a ir se ajeitando, bajular só vai levá-lo para o precipício.
Aqui deixo minha mais profunda frustração e decepção com o vereador Horlandinho, foi mais um a sair do juízo sem saber, mais um covarde a se esconder diante de um novo mundo.

Blog do Camilo Cinfuegos

http://camilocienfuegos1.blogspot.com.br/2017/05/horlandinho-na-oposicao-era-um-leao-na.html